quarta-feira, 18 de maio de 2011

...

Voar sem sair do chão,
poder andar na contra mão,
ser o que manda o coração.

Subir até onde se alcança,
poder voltar a ser criança,
e se assim desejar, cair na dança.

Demonstrar amor,
sem ter medo da dor,
seja a hora que for.

Ter coragem pra crescer,
saber se arrepender,
e quando necessário, resolver.

Ser livre, é também ser você.

2 comentários:

  1. Caraca, ameeei! =)
    Não sei fazer poema...
    Ficou lindo, Mari! Parabéns!!
    Beijos

    ResponderExcluir